Anúncios

Conquistar a casa própria é um dos principais objetivos quando viramos adultos, mas nem sempre é tão fácil quanto parece quando somos crianças. Há períodos onde os imóveis ficam muito caros, existem as taxas de juros, fora toda a burocracia por trás disso.

A verdade é que nem sempre temos as condições que gostaríamos de ter para adquirir a casa dos nossos sonhos e acabamos por morar de aluguel ou até mesmo de favor.

Essa situação é bem comum para muitos brasileiros, mas que através do programa habitacional do governo federal, conseguem mudar a sua realidade. O programa, que já existe há mais de 10 anos, foi reformulado e ganhou até um novo nome: Casa Verde e Amarela. A seguir, confira todas as taxas e condições para adquirir a casa própria.

Novos grupos de renda do programa

O Casa Verde e Amarela definiu algumas mudanças em relação ao programa antigo, e segundo o governo, essas mudanças chegaram para melhorar ainda mais o funcionamento do programa e ampliar a quantidade de famílias beneficiadas. Essas mudanças afetaram os grupos de renda que, antes eram 4 e agora passam a ser somente 3 grupos.

Os novos 3 grupos de renda do Casa Verde e Amarela ficaram da seguinte forma:

– Grupo 1: famílias com uma renda mensal de até R$2 mil, mas de até R$2,6 mil para as regiões do Norte e Nordeste;

– Grupo 2: famílias com uma renda mensal de até R$4 mil;

– Grupo 3: famílias com uma renda mensal de até R$7 mil.

De acordo com cada grupo de renda, há condições e subsídios diferenciados. O grupo 1 conta com o maior valor de subsídio, sendo de até R$47,5 mil, dependendo da renda familiar e da região onde você reside.

Linhas de crédito do financiamento habitacional

Há diversas linhas de crédito que se encaixam dentro do financiamento habitacional e podem aproveitar as vantagens do Casa Verde e Amarela, segundo a Caixa. Estar ciente de todas essas possibilidades vai te ajudar a entender melhor o que pode ser feito com os recursos do programa. Todas essas linhas de crédito também são oferecidas com recursos do FGTS. Veja quais são:

– Alocação de Recursos: se trata de um financiamento para empreendedores que utilizam recursos próprios ou de terceiros no seu negócio;

– Imóveis na Planta: é um financiamento habitacional comum para pessoas físicas que tenham interesse em um imóvel que ainda esteja na planta;

– Apoio à Produção: essa linha de crédito é voltada para empresas de construção civil que desejam ser parceiras do programa e construir seus empreendimentos;

– Plano Empresa da Construção Civil: uma versão mais simples do financiamento para empresas que trabalham com a construção de residências.

Taxas de juros especiais

Todos os financiamentos imobiliários contam com taxas de juros, mas no caso do Casa Verde e Amarela, ele oferece os menores juros do mercado justamente para atrair mais brasileiros e também oferecer mensalidades que caibam no bolso de todas as pessoas. Desde sempre o programa contou com taxas mais acessíveis, mas com o seu relançamento, isso está ainda mais evidente.

Agora o programa conta com novas regras para o repasse que é feito pelas empresas que operam os financiamentos para a Caixa. Essas empresas agora vão receber menos e isso irá refletir nas taxas de juros dos financiamentos, que ficarão pelo menos 0,5% mais baratas.

As taxas de juros variam de acordo com o grupo de renda e a região do país, sendo que o Norte e o Nordeste são os mais beneficiados, ficando com taxas de 4,25% e 4,50%, enquanto que o restante do país tem taxas a partir de 4,75%.

Reforma habitacional no Casa Verde e Amarela

Uma das novidades do novo programa é a reforma habitacional que chega para contemplar ainda mais brasileiros. Essa nova ação é voltada para pessoas que já possuam um imóvel próprio, mas que esse esteja precisando de algumas reformas e melhorias. É possível reformar o banheiro, construir um quarto adicional e muito mais.

Essa iniciativa é voltada para famílias com casa própria e que tenham uma renda mensal de até 2 salários mínimos. A escolha será feita pelo poder público, por isso é recomendado ter cadastro no CadÚnico. A expectativa do governo é que mais de 400 mil famílias sejam beneficiadas com a nova iniciativa até o ano de 2024.

Com o novo programa, até mesmo quem já tem a casa própria poderá ser contemplado, mas de outra maneira. Se você tem o seu imóvel, mas ele está precisando de alguma reforma, fique atento e se inscreva para poder contar com a reforma habitacional do programa.

Quem pode contratar

Muitos brasileiros agora terão a chance de contratar o financiamento habitacional do Casa Verde e Amarela devido às novas condições, ou até mesmo de participar do programa através da reforma habitacional. Se o seu objetivo principal é contratar o financiamento, antes de tudo, precisa se certificar de se encaixar em algum dos novos grupos de renda.

Para conseguir o financiamento, é importante também não ter nenhum imóvel registrado em seu nome e, preferencialmente, estar trabalhando com carteira assinada. Esses são os requisitos básicos para poder contratar o financiamento. A contratação pode ser feita diretamente na Caixa ou ainda em uma construtora parceira. É necessário apresentar documentos pessoais e do imóvel, para que seja feita a análise de crédito.

O pagamento das mensalidades posteriormente pode ser feito através das lotéricas, agências ou ainda pelo aplicativo Habitação Caixa.

Casa Verde e Amarela

O Casa Verde e Amarela já está em atuação desde o início do ano, permitindo que famílias brasileiras efetuem a contratação do financiamento imobiliário. Por isso, não perca mais tempo e vá atrás da sua casa própria.

Os processos seletivos para a reforma habitacional ainda não começaram, mas devem ter início muito em breve. Por isso garanta que sua família esteja inscrita no Cadastro Único e fique de olho nas novidades do programa.

Saiba mais: https://www.caixa.gov.br/voce/habitacao/casa-verde-e-amarela/Paginas/default.aspx

Conteúdo Relacionado

Saiba tudo sobre a ATHIS – Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social

Criada com o propósito de promover o acesso a moradias dignas e sustentáveis para a população de menor poder aquisitivo, a ATHIS se destaca como uma estratégia fundamental no enfrentamento das desigualdades urbanas e na garantia do direito à cidade.

É melhor comprar um imóvel por financiamento ou consórcio?

Descubra as vantagens e desvantagens de comprar um imóvel por meio de financiamento ou consórcio. Nesta análise detalhada, explore as diferenças entre essas duas opções de aquisição de imóveis, considerando aspectos como taxas de juros, prazos, flexibilidade de pagamento e possibilidades de contemplação.

Minha Casa Minha Vida, Simule sua casa própria através do Simulador Habitacional

O simulador habitacional é uma ferramenta que vai simular diferentes cenários e obter informações precisas sobre as condições de financiamento.